Coluna Rápidas e rasteiras com Charles Valença | Um jogo para poucos!

Olá leitores!

Por Charles Valença 30/01/2017 - 18:32 hs
Coluna Rápidas e rasteiras com Charles Valença |  Um jogo para poucos!
Divulgação

Como prometi anteriormente, utilizarei esse espaço para expressar aquilo que penso sobre os temas do cotidiano, sem filtro.


Hoje serei bem mais incisivo, mas ao final tenho certeza que todos concordarão comigo.


Mesmo com pouco tempo de iniciado, pude perceber que estão muito distante do modelo esperado. Digo sem medo de errar que até aqueles mais pessimistas não acreditavam em um começo tão melancólico. A prova disso é que seguidores de vários anos já estão reclamando e apostando no fiasco.


Segundo informações internas, o cuidado para não se cometer velhos erros tem sido a estratégia usada pelos controladores do jogo. Através de novas técnicas, os caciques tentam fazer com que um emaranhado de peças desconexas se encaixem, como um enorme quebra-cabeça incompleto. Difícil gerenciar essa gincana maluca em que muitos opinam, mas poucos decidem.


Com relação as pessoas escolhidas, percebo que alguns darão conta do recado, porém a equipe é bastante heterogênea e porque não dizer com pessoas individualistas, sem criatividade, sem expressão, pouco compromisso e sem dúvidas brigarão  como feras, entre eles, para conseguirem o tão sonhado lugar ao “SOL”.


Qual o real interesse da alta cúpula? Quais critérios foram usados para selecionar estas pessoas? Por que começaram errando tanto? O que será que o povo está achando desse início tumultuado?


Vamos aguardar, mas ficou claro que o que era tido como ruim, pode ter ficado bem pior. O povo será soberano e acompanhará diariamente o desenrolar de todo esse enredo estranho.


 

Estou falando do BBB 17. Mais um lixo apresentado pela rede globo de televisão.


  Curta a página oficial AlagoasNT no Facebook e @AlagoasNT no Twitter








Deixe seu Comentário