A verdadeira face por trás dos bastidores em São Miguel dos Campos.

É preciso colocar nossa mente em estado de alerta, onde o bom moço unicamente quer ser o mestre da persuasão e da verdade.

Por Givaldo Luiz 27/02/2018 - 20:00 hs
A verdadeira face por trás dos bastidores em São Miguel dos Campos.
Reprodução

Quando vejo uma das grandes frases célebres de Nicolau Maquiavel, um grande historiador, poeta, diplomata e músico de origem Florentina do renascimento, é reconhecidos como fundador do pensamento e da ciência política moderna, pelo fato de ter escrito sobre o Estado e o governo como realmente são e não como deveriam ser. Confesso que tornei um grande admirador de suas obras, olhando para o dia de hoje, deixa bem explícito, que nada mudou. Só o tempo, a conjuntura de mentes de algumas pessoas que para falar a verdade surpreendem pela hipocrisia. Faço uma introspecção analítica de todo o processo e vejo mediocridade refletida em pessoas, mentes insanas em sua maneira de agir e pensar, até denunciando às vezes com suas atitudes, não possuindo o domínio de sua capacidade mental, assim como cachorro raivoso.

 

É preciso colocar nossa mente em estado de alerta total, por certas atitudes de lobos, onde querem unicamente ser mestre da persuasão e da verdade (risos).

 

Maquiavel, certa vez expressou: há três espécies de cérebros: uns entendem por si próprio; os outros discernem o que os primeiros não entendem; e os terceiro não entendem nem por si próprio nem pelos outros; os primeiros são excelentíssimo; o segundo excelentes; e os terceiros totalmente inúteis.


Sobre todos meus comentários que acredito que seja informativo e imparcial, são para os cérebros que entendem por si só, como uma forma meramente informativa, mesmo sendo uma crítica construtiva, visto que coloco as minhas sinceras formas de pensar sobre certos assuntos sobre discussões calorosa com quem quer que seja sobre tal assunto, abordando na minha forma de agir e ver as coisas, mas sobre tudo tendo cuidado da conduta da ética e da moral de outrem.

 

Sobre os inúteis, onde querem exibicionismo, querendo unicamente tornar visível em uma cidadezinha pacata e ordeira, colocando ideias inflamatória, sem pé e cabeça. “Não chamarei mais essas pessoas de imbecis”, que deixo bem claro, que não são dignas desse adjetivo, pois as tais não merecem ser tratadas assim, porém, sim, de desprovidos de inteligência, sendo os verdadeiros bobos da corte ou idiotas da aldeia, por certas atitudes.

 

Esses desprovidos de inteligência usam de todo tipo de mecanismo, obsoleto e arcaico para denegrir todos e todas que forem de encontro com as suas ideias e opiniões.

 

Infelizmente, em nossa cidade, está ao lado da gestão, para esses inflamadores, se torna inimigo mortal, onde, torna um partido de ataque e usa a arma de difamação. Entretanto, aqui torna um campo de batalha, quem estiver contra os desprovidos de inteligência, se torna inimigo ferrenho, em que, essas pessoas não torcem pelo desenvolvimento da cidade e o crescimento da mesma, e que nada de certo ou que a situação (Governo) não venha fazer grandes realizações.

 

Sem mais delongas, até mesmo a minha fala resume tudo que venho falando ou tratando no texto que fiz anteriormente com o título; O mau caráter, vestido de ovelha.


Quando você entende por si só, as astúcias desses malandros, difamadores e caluniadores, saem daquela situação em que Maquiavel citou da espécie de cérebro que não entendem por si próprios nem pelos outros. E daí, certamente estará a tomar as melhores decisões para o teu presente e o teu futuro, e a viver de acordo com a sua verdadeira essência, não dando ouvido a esses desprovidos de inteligência, e observando atentamente a esses dissimuladores e suas verdadeiras atitudes por trás dos bastidores.








Deixe seu Comentário