Rosa Luxemburgo, mais atual que nunca.

Já dizia Rosa Luxemburgo: “Por um mundo onde sejamos socialmente iguais, humanamente diferentes e totalmente livres.”

Por Cláudio Julião 09/03/2020 - 13:24 hs
Rosa Luxemburgo, mais atual que nunca.
Divulgação

Já dizia Rosa Luxemburgo: “Por um mundo onde sejamos socialmente iguais, humanamente diferentes e totalmente livres.”


É indiscutível o papel que Rosa Luxembrugo desempenhou em sua época, bem como, é importantíssimo reconhecer que o eco de sua voz e o espírito de seus ideais ainda pairam  em um mundo que ela mesma ousou transformar. Após cento e um anos de sua morte, os ideias defendidos pela ativista socialista Rosa Luxemburgo ainda é fortemente debatido e, diga-se de passagem, se adequam na política de forma essencial.


“Rosa Vermelha” nasceu na Polônia, viveu em uma época em que as mulheres eram reprimidas, estudou na Universidade de Zurique, uma das poucas que aceitava mulheres. Ativista, lutou por todas as minorias e os oprimidos – trabalhadores e mulheres especialmente, mas também por negros e judeus, sendo ela mesma uma judia.


Rosa, acreditava que a mulher só alcançaria a completa libertação através de uma ampla e profunda revolução social. Além disso, ela queria estar sempre na linha de frente dos partidos políticos, não aceitava trabalhar nos bastidores. Gostava de discursar para grandes grupos e fazia isso durante horas, falando de coisas que a inspiravam.


Portanto, lembrar do legado deixado por esta grande revolucionária é uma forma de prestigiar o gênero feminino, pois, sua trajetória jamais poderá ser apagada ou suprimida pelo tempo, porquanto, a inspiração que sua história proporciona transcede o gênero humano, visto que, Rosa Luxemburgo era uma visionária, uma mulher que estava à frente de seu tempo.

 







Deixe seu Comentário