Graves acidentes nas rodovias federais caem 8,8% em 2017

Comparando‐se ao ano de 2016, houve uma redução significativa de 8,8% no número de acidentes graves, que são aqueles que deixam pelo menos um ferido grave ou morto.

Foto: Emerson Tiago/AlagoasNT


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) fez a análise dos registros de acidentes ocorridos nas rodovias federais em 2017 e observou que todos os índices relativos a violência no trânsito sofreram redução no estado de Alagoas.

 

Comparando‐se ao ano de 2016, houve uma redução significativa de 8,8% no número de acidentes graves, que são aqueles que deixam pelo menos um ferido grave ou morto. Houve também uma diminuição no atendimento de sinistros, número de feridos e até mesmo de mortos.

 

Esse é o quinto ano consecutivo que a PRF apresenta redução no número de sinistros ocorridos nas rodovias federais do estado.

 

O resultado é reflexo da estratégia operacional da PRF, que realiza campanhas educativas e de conscientização, operações pontuais em feriados ou épocas em que há intensificação de deslocamentos e reforços de policiamento em pontos críticos nas rodovias de todo o país. No ano passado, a PRF contabilizou 43.309 autos de infração emitidos durante fiscalizações nas BRs que cortam Alagoas.

 

Em 2017, foram registrados 904 sinistros, sendo 269 deles considerados graves e tendo como resultado 102 mortos. Já em 2016, houve o registro de 952 acidentes, sendo 295 deles graves e causando 105 óbitos.

 

Fazendo o comparativo, temos uma redução de mais de 5% no número de acidentes, 8,8% no registro de sinistros graves e três mortes a menos em 2017. A redução no número de óbitos só não foi mais significativa porque em novembro de 2017 apenas dois acidentes graves acumularam 11 óbitos; um fato atípico pra região.

 

Entre as principais causas dos acidentes ocorridos em 2017 estão falta de atenção do condutor (33,1%); velocidade incompatível (10,8%) e ingestão de álcool (8,7%). Os tipos de acidentes que lideraram o ranking foram a saída de pista (18,2%), a colisão traseira (12,8%) e o capotamento (11,8%).

 

FISCALIZAÇÃO DE TRÂNSITO

 

 

Em 2017, o órgão decidiu aumentar o policiamento ostensivo nas rodovias federais que cortam Alagoas. Como resultado dos trabalhos desenvolvidos, ao longo do ano cerca de 90mil veículos foram abordados e fiscalizados pela PRF. Mais de 92 mil pessoas tiveram suas identidades consultadas e 40.203 motoristas foram submetidos ao teste de etilômetro durante as fiscalizações de trânsito. Cerca de 30 mil usuários participaram das abordagens educativas feitas pelos policiais ao longo do ano, especialmente nos períodos de operações, em que o órgão aproveita e realiza o Cinema Rodoviário.