Servidores do Detran anunciam greve geral por tempo indeterminado

A paralisação deve começar nesta quinta-feira (1º).

Foto: Reprodução


O Sindicato dos Servidores do Detran de Alagoas (Sinsdal) anunciou hoje, 29, que a partir da próxima quinta-feira (1º) entrará em greve por tempo indeterminado. A decisão foi tomada pela categoria em assembleia realizada na semana passada.

 

De acordo com informações de Roberto Martins, presidente do Sinsdal, as reivindicações feitas pela categoria são as mesmas que levaram à paralisação em novembro e dezembro do ano passado: revisão do Plano de Cargos, Carreiras e salários (PCCS) e realização de concurso público, com pelo menos 210 vagas. E, desta vez, a previsão é de que 100% dos servidores adiram ao movimento.

Martins explicou que esses pontos são buscados pela categoria desde 2015 e que no final do ano passado chegou a negociar com a Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag) e o Gabinete Civil, mas que não houve consenso. “Hoje nós temos o déficit de 140 vagas e até março 70 servidores devem se aposentar. A única resposta que obtivemos é que há a possibilidade da realização do concurso para 40 vagas, mas sem previsão de quando irá acontecer. Isso não supre nossa necessidade”, argumentou.

A assessoria da Seplag informou que o órgão “está aberto para negociação, como sempre esteve, e que esse é posicionamento do Governo”.

Já a assessoria do Detran, disse que ainda não foi comunicada oficialmente a respeito do indicativo de greve. O gestor do órgão, Antonio Carlos Gouveia, disse que respeita o direito à livre expressão do quadro de funcionários, mas reforça que a paralisação se torna descabida e desproporcional, e que fez seu papel e continuará prezando pelo diálogo para que ambas as partes – Governo e servidores – encontrem uma solução rápida, que não prejudique os usuários do Detran.

Uma nova assembleia está marcada para acontecer na quinta-feira (1º) às 9h na frente do órgão, quando deverá ser definida a agenda de greve.