Mulher denúncia agressão da Guarda Municipal contra seu irmão em São Miguel dos Campos

Jovem teria sido agredido por Guardas Municipais durante previas carnavalescas.

Foto: Cortesia ao AlagoasNT


Um jovem de 21 anos foi agredido e ameaçado por Guardas Municipais de São Miguel dos Campos, durante as prévias carnavalescas do município, no último domingo (04). Uma mulher procurou a reportagem do Portal AlagoasNT, para relatar a brutalidade sofrida pelo irmão.

 

De acordo com as informações passadas pela irmã da vítima, uma moça que passava por abordagem dos guardas, estes tentaram tomar o celular dela por achar que ela estivesse filmando o que não aconteceu e se recusar a apagar a filmagem que não tinha, Osmar, ao ver a situação tentou ajudar a moça e acabou sendo espancado pelos guardas.

 

Em seu relato, Osmar Brasil dos Santos Filho, diz que estava no bloco Peru da Madrugada, no centro da cidade, quando foi agredido fisicamente por dois Guardas Municipais. O mesmo continuou a afirmar que os Guardas, lhe agrediram com cassetete de madeira na região das costa e da cabeça, o jovem diz que apenas foi perguntar qual o motivo da discussão que estava ocorrendo naquele momento com uma moça, e cabou sendo brutalmente agredido. E a moça foi levada pelos guardas para a Delegacia, pois não apagou a filmagem e nem permitiu que os mesmos tomassem seu celular.

 

 

A vítima registrou um B.O contra os Guardas Municipais que o agrediram, também realizou exames de corpo de delito, procurou a promotoria e denunciou à OAB de São Miguel. A reportagem falou com o vice-presidente da OAB, Rogério Anacleto, que confirmou toda a história.

 

“Sim, fui procurado pela irmã do Osmar, e ela relatou todos os fatos, vamos agora analisar tudo, e depois teremos mais informações de como seguirá o caso” - concluiu.

 

A reportagem do AlagoasNT, também procurou o secretário de Segurança do município, Valminho Tenório, e o mesmo afirmou que ainda não recebeu nada oficialmente e que só poderá se pronunciar quando for notificado.  

 

“Eu ainda não recebi nada oficial, quando for formalizado, ou, eu receber uma notificação, então acionarei a ouvidoria e corregedoria para apurar todos os fatos e então se houve excesso por parte dos guardas, eles serão punidos” disse o secretário.