Secretária de Cultura Mellina Freitas recebe homenagem no Prêmio Selma Brito

A solenidade reconheceu 20 profissionais da cultura

Foto: Raul Plácido


Aconteceu na última quarta-feira (17), no Museu da Imagem e do Som de Alagoas (Misa), a quarta edição do Prêmio Selma Brito. O evento, conhecido por premiar personalidades importantes da cultura como artistas, técnicos, produtores e gestores culturais, teve como homenageada da noite a secretária de cultura Mellina Freitas.

 

Durante a ocasião, a secretária falou da importância de Selma Brito para a cultura alagoana. “Além de uma grande pianista ela é também uma defensora da arte alagoana, está à frente de projetos importantes que são desenvolvidos há tantos anos e com sucesso no nosso estado. Selma representa a nossa luta em defesa da cultura em Alagoas”, destacou a titular da pasta.

 

O Prêmio reconheceu 20 profissionais envolvidos no segmento cultural alagoano. Em discurso, Mellina ressaltou a importância de incentivar produtores e gestores culturais no Estado e frisou o empenho do governador Renan Filho em abraçar todos os segmentos.  

 

“O segundo mandato de Renan Filho não começa em janeiro, começou agora. Numa realidade onde encontramos estados que não pagam salários e que não conseguem manter escolas nem hospitais em funcionamento, nós temos um governo que constrói escolas em tempo integral, que faz concursos públicos, que duplica suas estradas e que, mesmo assim, garante recursos para investir em arte e cultura. Iremos fechar o ano fazendo muito mais e surpreendendo vocês em 2019”, encerrou.

 

Selma Brito

 

Iniciando sua vida musical por influências familiares, Selma Brito hoje é uma importante pianista alagoana que há mais de 65 anos estuda música clássica e faz disso sua rotina. Seu legado vai além de sua performance ao piano. A artista também destaca-se por sua dedicação ao fomento e difusão da música em Alagoas.