Justiça solta mulher que se disfarçava de homem para roubar em SP

Ela foi presa na segunda-feira (3) e liberada ontem (4)

Foto: Divulgação


Michele Nunes Gomes, que se disfarçava com roupas masculinas para invadir prédios em Santos, litoral de São Paulo, e furtar bicicletas, foi solta, nessa terça-feira (4), pouco  mais de 24 horas depois de ter sido presa. A suspeita estava sendo procurada há seis meses pela polícia. Com a mulher, foram apreendidos um alicate industrial, um estilete e dois celulares sem procedência comprovada.

 

Segundo o G1, a Justiça de São Paulo determinou a sua liberdade com imposição de medidas cautelares, como o comparecimento bimestral em juízo para informar e justificar atividades, proibição de se ausentar da cidade ou mudar de casa, além de comparecer nas fases processuais. A justificativa do juiz do caso para soltar Michele não foi informada.

 

Entenda o caso


Uma mulher que se vestia com roupas masculinas para cometer furtos flagrados por câmeras do circuito de segurança de alguns prédios de Santos, no litoral de São Paulo, foi presa, na segunda-feira (3). Michele Nunes Gomes foi detida quando tentava praticar mais um delito em um edifício no bairro Marapé. A suspeita estaria envolvida em 20 crimes ligados à invasão a prédios e furtos de veículos e bens de moradores.