Homenageado na X-9, Arlindo Cruz e filho comemoram nota máxima

Sorriso de quem tirou nota máxima em Samba Enredo e Nota máxima em Enredo

Foto: Reprodução


A X-9 Paulistana ficou em 10º lugar na colocação geral do Carnaval 2019 de São Paulo, e o resultado foi o suficiente para Arlindo Cruz, 60, e seu filho Arlindinho, 27, comemorarem muito. A agremiação homenageou Arlindo no enredo deste ano, e Arlindinho compartilhou nas redes sociais o momento de alegria ao anunciarem a colocação.

 

"Sorriso de quem tirou nota máxima em Samba Enredo e Nota máxima em Enredo. Obrigado @arlindocruzobem por ser um enredo tão maravilhoso, ficamos um décimo do tão sonhado desfile das campeãs, @x9paulistanaoficial passou por algumas dificuldades ao longo do ano, mas com garra honramos a grandeza da nossa agremiação!", escreveu Arlindinho na legenda de uma foto que aparece com o pai, no Instagram.

 

"Ano quem vem tem mais e nunca mais essa escola sairá dos nossos corações e nossas vidas. Obrigado, São Paulo e parabéns por amar e respeitar tanto o samba." Contrariando o que a família havia divulgado na sexta-feira (1º), de que apesar da liberação de médicos que o acompanham, o sambista não desfilaria, Arlindo Cruz apareceu de surpresa no sambódromo no sábado (2) em uma cadeira de rodas em um carro alegórico.

 

O sambista de 60 anos se recupera, no Rio de Janeiro, onde mora com a família, de um AVC sofrido em março de 2017. No desfile da X-9 Paulistana, o sambista apareceu em uma cadeira de rodas no último carro alegórico, rodeado de faixas com partituras musicais. Já eram quase 6h quando Arlindo Cruz entrou na avenida para ser aplaudido por um público que se animou com sua presença.

 

Emocionada, Baby Cruz, mulher de Arlindo, afirmou que esse era um momento muito especial tanto para ele quanto o casal. Vestida em homenagem a Orixá Yansã, ela estava em lágrimas no final do desfile e quase não conseguia descrever em palavras por ver o marido participando do desfile da X-9 Paulistana.

 

"Ele está vivo e ainda tem muito tempo para a gente ser feliz. Se um dia a dor for maior que a minha fé, para mim acabou. O que vou falar? Não tem mais lágrimas para sair", disse Babi Cruz. A filha de Arlindo Cruz, Flora Cruz, disse que a decisão de desfiar foi tomada "aos 45 do segundo tempo". "Ele merece, isso daqui é dele, é pra ele, e ele tinha laudo e atestado médico dizendo que, sim, ele podia estar aqui com a gente. E ele viajou super bem, a pressão está boa, está tudo certo."