Vergonha: Esposa de apóstolo famoso recebia salário de prefeitura sem trabalhar

Mirian Marcondes é esposa do Apóstolo Gilson Matias

Foto: Reprodução


O Ministério Público (MP) da cidade de Osasco em São Paulo, entrou com uma ação de improbidade administrativa, processo 1027100-32.2018.8.26.0405, que investiga um possível caso de enriquecimento ilícito naquele município.

O principal alvo das investigações, é a pastora Mirian de Souza Marcondes.

 

Segundo a denúncia do MP ofertada a justiça de São Paulo, e aceita pelo juiz Olavo Sá Pereira da Silva, Mirian era funcionária da prefeitura de Osasco, e estaria recebendo seus salários mensalmente sem prestar expediente.

 

O processo instaurado apresenta nos autos um quadro de improbidade administrativa, e aponta que a servidora pública teria causado um prejuízo no valor de R$3.345,92 ao município.

 

Trecho do pedido do MP, que consta nos autos do processo:

 

“Requer decreto de indisponibilidade de bens no valor de R$ 13.383,68, referente ao enriquecimento supostamente ilícito acrescido da multa civil.”

 

O processo foi instaurado em novembro de 2018, e o Ministério Público propôs que a justiça determinasse que a requerida devolvesse os valores que recebeu sem prestar os serviços, e que lhe fosse imputada uma multa civil. No entanto, o juiz, José Tadeu Picolo Zanoni, entendeu que  a pastora Mirian não possui recursos suficientes para que a solicitação do MP fosse acatada.

 

“Anoto que foi feita pesquisa na Receita Federal da requerida, documento sigiloso, e vê-se a ausência de bens ou numerário passíveis de suportar o pedido de constrição inicial feito pelo autor.”

 

 

Em janeiro de 2019, o Ministério Público e a pastora Mirian Marcondes, finalmente entraram em um acordo e o juiz, José Tadeu Picolo Zanoni, julgou extinto o processo.

 

 

Quem é Mirian de Souza Marcondes?


A pastora Mirian, é esposa do apóstolo Gilson Matias, líder e fundador de uma das igrejas mais bem sucedidas da cidade de Osasco, a MCB “Missão Carismática Brasileira”.

 

A igreja é considerada um pequeno império, e sua sede funciona em um prédio com espaço para mais de duas mil pessoas.

 

Imagem das redes sociais

 

Nas imagens abaixo, o casal ostenta viagens internacionais:

 

 

Mais denuncias

 

Depois que o processo contra Mirian Marcondes foi instaurado, um homem que costuma usar as redes sociais para fazer oposição contra a gestão atual, identificado como Cesar Parra Campos, fez uma postagem sobre o caso, e acusou o cunhado da pastora, o vereador Daniel Matias, irmão do apóstolo Gilson Matias, de ter [palavras dele] passado um pano para que sua cunhada se apropriasse do dinheiro do povo.

 

 

O cunhado de Mirian e vereador de Osasco, aparece em uma foto ao lado do casal de lideres religiosos, na cidade de Jerusalém, em Israel.

 

 

Apesar do processo que acusava a esposa do apóstolo de receber sem prestar o devido serviço na prefeitura, questionamentos continuam sendo feitos pela população de Osasco. Porque a esposa de um líder religioso tão importante estava na folha de pagamentos da prefeitura como servidora pública? Porque a justiça entendeu que Mirian Marcondes, que, com frequência ostenta viagens internacionais em suas redes sociais, não teria condições financeiras de pagar a multa sugerida pelo Ministério Público?

 

Teria o seu cunhado, o vereador Daniel Matias, envolvimento com o suposto ilícito?

 

O O Fuxico Gospel enviou vários e-mails para a assessoria da igreja MCB, mas até o fechamento dessa matéria, não obtivemos resposta.