Ônibus de cantor é apedrejado após apresentação ser cancelada no Piauí

O cancelamento da apresentação do cantor foi o motivo para o ataque.

Por redação com tnh1 | www.AlagoasNT.com.br 29/04/2019 - 14:26 hs
Foto: Divulgação


O ônibus do cantor Caio Costta foi depredado pelo público de uma casa de eventos durante a noite de sábado (27), na cidade de Manoel Emídio, interior do Piauí. O cancelamento da apresentação do cantor foi o motivo para o ataque.

 

Segundo informações apuradas pela polícia, a confusão começou após o contratante do show subir ao palco e comunicar que o cantor teria se recusado a fazer a apresentação por conta do pequeno público no local.

 

O produtor informou que não poderia devolver o dinheiro dos ingressos e, assim que terminou o anúncio, o público se direcionou à porta da casa de eventos e atacou o ônibus com pedras e pedaços de madeira. 

 

O veículo teve o motor, rodas, lanternas e para-brisas destruídos. Além da depredação, o ônibus também foi saqueado. Segundo informações da Polícia Militar, ninguém ficou ferido e ninguém foi preso.

 

 

 

A assessoria do cantor Caio Costta se pronunciou por meio de nota e relatou que a apresentação foi cancelada devido ao contratante ter descumprido o contrato e se recusado a reembolsar o público. Eles ainda alegam que o posicionamento do contratante teria incentivado a revolta contra o músico, e por isso se deu a destruição do veículo. 

 

A polícia explicou que só foi acionada duas horas depois do ocorrido e que orientou a equipe do cantor a procurar a Polícia Civil para registrar Boletim de Ocorrência. 

 

Confira a nota da RS Produções sobre o caso:

 

RS PRODUÇÕES vem por meio desta nota esclarecer os fatos ocorridos na noite de sábado (27) na cidade de Manoel Emídio-PI ao qual aconteceria o show do artista Caio Costta onde o responsável pela produção do mesmo não cumpriu as exigências estabelecidas em contrato, assim não pagando os valores acordados, para uma solução e satisfação do público ao qual já teria adquirido ingressos, pedimos ao contratante que reembolsasse os valores e que fechássemos uma nova data para o show, assim não sendo acatada a nossa alternativa sugerida, onde o posicionamento do contratante veio a incentivar e revoltar o público que se retirou do clube e iniciou uma série de ataques, depreciações e furtos ao nosso ônibus.

Lamentamos profundamente o ocorrido e agradecemos a compreensão de todos.