Donos de paredões em São Miguel se reúnem e protestam contra projeto do MP

Por redação | www.AlagoasNT.com.br 15/05/2019 - 09:50 hs
Foto: Emerson Tiago/AlagoasNT


O encontro foi marcado na praça multieventos e contou com a presença de proprietários, construtores de paredões e o vereador Jalmir Santos.

 

Na noite desta terça-feira (14), proprietários de sons automotivos e também de paredões da cidade participaram de um encontro motivados, após a criação do projeto “Ministério Público conectado com você: perturbação do sossego alheio é escolha sua”.

 

Para os proprietários, o projeto seria uma medida extrema que deve ser revista. De acordo com a organização, o paredão de som promove cultura ao espalhar o nome de novos artistas musicais por todos os eventos que passam, também promove a economia ao movimentar a compra e venda de material sonoro como os alto falantes, permite a criação de emprego e renda para aqueles que vivem de suas fabricações.

 

Em São Miguel dos Campos, eles cobram que o MP, juntamente com os poderes públicos municipais criem espaços para que possam utilizar seus equipamentos sem a perturbação da paz e o sossego de terceiros.

 

Alegam que o som de paredão não é crime, e que em alguns casos, são marginalizados ao serem pegos se utilizando destes equipamentos.

 

Os proprietários esperam que após o protesto realizado, políticos e autoridades locais, se sensibilizem e abracem a causa em defesa deles para que juntos, possam encontrar uma solução que amenize a forma como o projeto do MP restringe a utilização dos sons e paredões automotivos.

 

O vereador Jalmir Santos esteve no protesto, e se colocou à disposição da categoria. Em seu discurso, o vereador prometeu falar com o promotor de justiça do município e prefeito para que uma lei seja aprovada e estabeleça um espaço para a categoria.