Parada da Copa 'serve' para reencaixe do CRB e atletas já pensam no Guarani

Victor Ramos, Ferrugem e Claudinei asseguraram que mês de preparação serviu para reordenar a equipe, que já será testada 'para valer' na sexta-feira

Foto: Ailton Cruz/ Gazeta de Alagoas


A segunda-feira (8) marca o início da última semana de preparação do CRB, antes de voltar a disputar partidas do Campeonato Brasileiro da Série B. Durante o período de recesso devido a Copa América, os jogadores alvirrubros foram exigidos em treinos em dois turnos e também participaram efetivamente de outros dois jogos-treino. 

 

A rotina de trabalhos adotada pela comissão técnica alvirrubra comandada por Marcelo Chamusca, pelo visto, agradou até os mais experientes do grupo. À Gazetaweb, nesta segunda, o zagueiro Victor Ramos, de 30 anos, garantiu que a absorção tática e técnica por parte dos jogadores foi a maior possível.

 

"O trabalho que fizemos nestas últimas semanas foi muito importante. Para mim, principalmente, foi fundamental. Consegui recuperar a parte física, pois o número de jogos foi grande. Acredito estar na melhor condição física desde que cheguei aqui no CRB. Agora é colocar dentro de campo essa evolução", disse o capitão da equipe, que deverá manter a braçadeira na partida de reinício do Galo na Segundona, contra o Guarani, às 19h15 da sexta-feira (12), no Estádio Rei Pelé.

 

 

A mesma versão foi colocada pelo volante Ferrugem, titular absoluto do esquema de jogo de Chamusca. "O trabalho que fizemos nestas últimas semanas foi muito importante. Para mim, principalmente, foi fundamental", reiterou.

 

Desde o início da temporada, o jogador passou por duas contusões durante a estadia no Galo. Segundo ele, o período sem jogos ajudou na recuperação física total. "Consegui recuperar a parte física, pois o número de jogos foi grande. Acredito estar na melhor condição física desde que cheguei aqui no CRB. Agora é colocar dentro de campo essa evolução", garantiu o ruivo regatiano.

 

Fundamental para o CRB, o "carrapato" Claudinei também reconheceu a importância da parada da competição durante o mês de junho. "Fiz um trabalho forte nas últimas semanas para estar 100%. Já estou me sentindo no nível ideal e estou feliz com isso", disse o volante. 

 

 

 

 

Em baixa na Série B, o Regatas precisa retomar o caminho das vitórias, que foi perdido nas últimas duas rodadas antes da parada (derrotas para América-MG e Sport). "A expectativa para essa volta na Série B é a melhor possível e queremos retornar com uma vitória sobre o Guarani. Vai ser uma partida difícil e temos que ter o máximo de atenção", finalizou Claudinei. 

 

Justamente contra o Bugre, pela 9ª rodada da Segundona, é que o Galo vai precisar vencer. Afinal de contas, estacionou nos 10 pontos conquistados e figura na instável 10ª colocação. A três pontos do Operário, primeira equipe que abre a zona de rebaixamento, um revés poderá deixar os alagoanos no inferno do Z4, local que a equipe figurou durante boa parte da edição na temporada anterior. Em contrapartida, uma vitória poderá fazer os donos da casa retornar a primeira parte da tabela.

 

NO BID

 

 

Quem já poderá entrar em campo para defender as cores do CRB é o atacante Willians Santana. O jogador foi contratado durante a parada da competição continental e chega com cacife de goleador. 

 

O status de goleador foi alcançado porque Santana foi o responsável direto pelos gols que livraram o Galo do rebaixamento do ano passado, marcando sete gols nos últimos cinco jogos da equipe na Série B de 2018. Dos 35 gols feitos pelo Galo, 11 foram assinalados pelo atacante.