CRB prega respeito ao vice-lanterna Guarani, mas a ordem é se impor em casa

Galo e Bugre entram em campo na noite desta sexta-feira (12), no Rei Pelé, na volta da Série B após a Copa América

Foto: Douglas Araújo/Ascom CRB


Passadas as emoções da Copa América, com a conquista do título de campeão pelo Brasil, e passado também o período de "folga", agora é hora de voltar a campo, com a retomada dos Campeonatos Brasileiros. No caso do CRB, o da Série B, em que terá seu compromisso pós-parada da Copa América, nesta sexta-feira (12), pela 9ª rodada da competição, que foi aberta já na segunda-feira (8), com um jogo, e na terça, com dois.

 

O adversário do Galo esta noite é o Guarani-SP, a partir das 19h15, no Estádio Rei Pelé. O CRB vem de uma derrota na rodada anterior, para o Sport, por 1 a 0, na Ilha do Retiro, no Recife-PE. O time alvirrubro tem dez pontos na tabela de classificação. Com os jogos que foram realizados na abertura desta rodada, caiu de posição e agora é o 13º colocado. 

 

Já o Guarani está no Z4, ocupando a vice-lanterna, com apenas cinco pontos. A equipe também vem de uma derrota, para o Coritiba, por 1 a 0. Mas não é pelo fato de o Guarani ser o vice-lanterna da Série B que o CRB encontrará um adversário fácil. Ao contrário. Todos no Galo pregam respeito ao time campineiro. No entanto, como joga em seus domínios, o pensamento é de impor o ritmo e conquistar os três pontos.  

 

Ao menos esse foi o discurso dos jogadores regatianos ao longo da parada, nas entrevistas coletivas, como por exemplo, o zagueiro Victor Ramos. "É uma equipe muito qualificada, que vem pra cima da gente. Mas quem tem que mandar aqui somos nós. Vamos impor o ritmo, vamos para cima. Precisamos muito dos três pontos, para retomar o caminho das vitórias, que é importante pra nós", disse o zagueiro Victor Ramos, que já vestiu a camisa do Guarani no início deste ano. 

 

 

CRB

 

Na parada para a Copa América, os times puderam recuperar atletas que estavam machucados, fazer contratações, realizar treinamentos, amistosos, para corrigir erros, aprimorar jogadas, entrosar os reforços recém-contratados, unir o grupo, bem como trabalhar o lado emocional do elenco. Tudo para voltar a campo preparados para a sequência da Série B. E com o Galo não foi diferente. 

 

"Trabalhamos muito a parte emocional dos atletas e demos ênfase também ao modelo de jogo. Trabalhamos também alguns conceitos que vão fazer com que a equipe melhore", disse o técnico Marcelo Chamusca, na coletiva dessa quinta-feira (11).

 

Para este jogo, Chamusca não poderá contar com o atacante Léo Ceará, que  ainda se recupera de uma virose e foi vetado pelo Departamento Médico. Para o lugar de Léo Ceará, o treinador poderá escalar Dudu no comando de ataque ou Willie, que também foi utilizado nos treinos. Outro que não joga é o volante Dirceu Lucas, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. 

A provável formação do Galo para o jogo desta sexta-feira é: Edson Mardden; Daniel Borges, Wellington Carvalho, Victor Ramos e Igor; Claudinei, Ferrugem, Felipe Ferreira e Willians Santana; Alisson Farias e Dudu (Willie).

 

 

Guarani

 

O Bugre não tem boas recordações do Estádio Rei Pelé, pois nunca saiu de lá com uma vitória sobre o CRB. Assim, o time que terá a estreia do técnico Roberto Fonseca - que já treinou o CRB em 2012 - vai tentar quebrar esse jejum, mesmo porque precisa se reabilitar na competição em que é o vice-lanterna.

 

Entre os 20 jogadores relacionados para este jogo, estão cinco estreantes: os zagueiros Bruno Silva e Luiz Gustavo, o meia Bady e os atacantes Michael Douglas (ex-CSA) e Vitor Feijão.

O desfalque é o meia Filipe Cirne, vetado pelo Departamento Médico. Ele é único contratado durante a pausa da Copa América que não viajou com a delegação para Maceió.  

 

A provável escalação é: Jefferson; Lenon, Ferreira, Bruno Silva (Luiz Gustavo) e Armero; Igor Henrique e Ricardinho; Diego Cardoso, Arthur Rezende e Éder Luis; Michel Douglas.

 

Arbitragem

 

O dono do apito desta partida será Emerson de Almeida Ferreira (CBF/MG), sendo assistido por Alessandro Álvaro Rocha de Matos (FIFA/BA) e Cleriston Clay Barreto Rios (CBF/SE). À beira do gramado ficará José Ricardo Laranjeira (CBF/AL).