Morre segunda vítima de acidente em Jequiá da Praia

O taxista conhecido como Tilita, ficou preso às ferragens do veículo que conduzia, um Classic de cor preta.

Por redação com AL24H | www.AlagoasNT.com.br 04/08/2019 - 03:34 hs
Foto: Reprodução/Diário de Coruripe


Morreu neste sábado, 3, a segunda vítima do acidente registrado na última quinta-feira, 1, na rodovia AL 101 Sul, no município de Jequiá da Praia. O taxista conhecido como Tilita, ficou preso às ferragens do veículo que conduzia, um Classic de cor preta. O taxista foi resgatado pelas equipes do Corpo de Bombeiros e deveria passar por procedimento cirúrgico, mas não resistiu. O óbito foi confirmado pelos familiares nesta amanhã.

 

Nesta sexta-feira (2) o Alagoas24horas noticiou a morte de Eliane da Silva Lima, 28 anos, que estava internada em um hospital particular de Maceió. A jovem, que trabalhava como vendedora e tinha uma criança de 7 anos, foi uma das sete vítimas do acidente no Litoral Sul, registrado durante a manhã chuvosa de quinta-feira.

 

Na ocasião o comandante do Batalhão Rodoviário informou que a pista molhada, associada à falta de observância dos equipamentos de segurança de um dos veículos teria provocado o acidente.

 

 

Entenda o caso:

 

Uma colisão envolvendo dois veículos de passeio deixou uma pessoa presa às ferragens na manhã da última quinta-feira, dia 1º, na AL 101, na localidade conhecida como Ladeira de Jequiá, em Jequiá da Praia, litoral sul do Estado.

 

As causas do acidente só foram determinadas após a perícia, mas a chuva e a pista molhada  contribuído para o acidente. De acordo com informações repassadas pelo Corpo de Bombeiros, três viaturas foram deslocadas para a região para atender as vítimas.

 

Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra o condutor de um táxi, que fazia o transporte de passageiros para Coruripe, preso às ferragens O segundo carro é um Gol com placa de Maceió. As vítimas estão feridas mas, aparentemente, nenhuma em estado grave.

 

Veja mais: Corpo de vítima de acidente em Jequiá da Praia é liberado para sepultamento