CSA bate o Internacional e deixa a zona de rebaixamento da Série A: 1x0

Meia Jonatan Gómez fez o gol do Azulão, cobrando pênalti, aos 20 minutos do segundo tempo, em duelo disputado no Estádio Rei Pelé

Por Gazetaweb | www.alagoasnt.com.br 10/10/2019 - 07:26 hs
Foto: FELIPE NYLAND


O CSA foi valente, corajoso, segurou o Internacional-RS e conquistou uma vitória suada e importante, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (9), no Estádio Rei Pelé, que recebeu um excelente público - inclusive com a presença de alguns torcedores do time gaúcho. 

 

O gol azulino foi assinalado por Jonatan Gómez, cobrando pênalti com perfeição, aos 20 minutos do segundo tempo. Quanto ao time gaúcho, teve dois gols anulados pela arbitragem porque foi detectado lance de impedimento na duas oportunidades.

 

O confronto foi válido pela 24ª rodada da Série A do Brasileiro. Com este resultado, somado a derrota do Ceará para o Grêmio por 2x1, o time alagoano deixou o Z4, ocupando a 16º colocação, com 25 pontos. Já o Colorado está na 6ª posição, com 38 pontos.

 

O próximo jogo do Azulão será contra o Goiás, no sábado (12), às 17 horas, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia-GO. E o Colorado vai enfrentar o Santos, no  Beira-Rio, em Porto Alegre-RS, às 16 horas, no domingo (13)

 

O Azulão foi quem chegou pela primeira vez, com menos de um minuto de bola rolando. Bustamante arriscou de fora da área, a bola desviou na zaga e sobrou para Carlinhos, que cruzou, mas Marcelo Lomba saiu do gol para encaixar. O CSA jogava na frente, tentando encurtar os espaços do time gaúcho, se portando bem em campo no início do jogo.

Aos 4 minutos, Gomez girou pela esquerda e tentou o lançamento para o ataque, mas a bola foi nas mãos de Marcelo Lomba. O Inter tocava a bola de um lado para o outro, pois o Azulão dificultava as ações do adversário.

 

Com mais posse de bola, o Inter tentava, mas não conseguia furar o bloqueio azulino. Aos 8 minutos, Neilton acionou Patrick pela esquerda, ele cruzou para trás, mas a zaga do CSA afastou. Aos 10 minutos, o Azulão chegou com perigo, saindo no contra-ataque em velocidade com Apodi. O lateral avançou e cruzou no segundo poste, onde encontrou Bustamante. O baixinho apareceu sozinho, mas cabeceou para fora. Aos 11 minutos, de novo o CSA tentou com Bustamante, que avançou pela esquerda, cruzou rasteiro buscando Ricardo Bueno, mas Marcelo Lomba se antecipou e ficou com a bola.

 

Aos 14 minutos foi o Inter quem tentou. Nico López puxou o contragolpe e Dawhan chegou fazendo o desarme e mandando para escanteio. Aos 19 minutos, o Colorado desperdiçou uma grande chance, pois o goleiro Jordi salvou o CSA. Rodrigo Lindoso dominou na intermediária e arriscou de longe, mas viu Jordi cair e fazer a grande defesa, espalmando para o lado. Logo em seguida, de novo Lindoso recebeu na entrada da área, enquadrou o corpo e bateu colocado, mas a bola bateu caprichosamente na trave, para sorte do Azulão. 

 

Aos 22 minutos, Ricardo Bueno sentiu a coxa esquerda e teve que ser substituído por Alecsandro no CSA. Ainda nesse mesmo tempo de jogo, o CSA teve uma falta em seu favor. Bustamante cobrou com veneno na área colorada e Emerson Santos fez o corte. O Inter respondeu aos 25 minutos. Guilherme Parede recebeu o passe dentro da área e ficou cara a cara com Jordi, mas o goleiro fechou o gol, mandando para escanteio.

Aos 27 minutos, o Inter chegou a balançar a rede azulina, quando Neilton deu o passe para Guilherme Parede, que chutou no canto de Jordi, mas a arbitragem pegou um impedimento do atacante colorado e o gol não foi válido. Aos 35 minutos, outro lance de impedimento marcado pelo árbitro, anulando mais um gol do Colorado, pois Parede foi flagrado mais uma vez em posição irregular.

 

No contra-ataque do CSA, aos 41 minutos, Carlinhos avançou pela esquerda e cruzou, mas Klaus subiu de cabeça e tirou a bola perigosa, indo pela linha de fundo. Na cobrança de escanteio de Bustamante, pelo lado esquerdo, Alecsandro subiu e desviou de cabeça, mas para fora. O árbitro determinou três minutos de acréscimos e, aos 46, o time gaúcho teve um escanteio em seu favor. Heitor cobrou e Apodi deu uma voadora para afastar o perigo.

 

Aos 47 minutos, Nico cobrou novo o escanteio para o Colorado. Jordi saiu do gol e deixou a bola escapar. Klaus tentou aparar o rebote, mas o goleiro foi bem e ficou com a bola. E, aos 48 minutos, pontualmente, o árbitro encerrou o primeiro tempo da partida, que teve o empate parcial sem gols, entre CSA e Inter.

 

O 2º tempo 

 

O CSA arriscou logo no minuto inicial de bola rolando. Bustamante cobrou o escanteio, a defesa colorada afastou. Na sobra, Apodi mandou um balaço e Marcelo Lomba caiu para fazer a defesa. Aos 6 minutos, de novo o Azulão chegou. Carliinhos cruzou na cabeça de Alecsandro, que se antecipou a Cuesta e mandou com muito perigo, mas sobre o gol de Marcelo Lomba.

Aos 9 minutos, na primeira jogada de D?Alessandro, que entrou nesta etapa, ele achou Uendel que fez o cruzamento e a defesa azulina afastou. Na sequência, o camisa 10 colorado sofreu a falta. O próprio D?Alessandro cobrou, Patrick chegou para escorar e ganhou escanteio.

 

Aos 12 minutos, Jonatan Gomez recebeu a bola dentro da área e girou para finalizar, mas a redonda foi para fora. Aos 16 minutos, no contra-ataque, Nico dominou a bola pela esquerda, limpou a marcação e tentou o cruzamento. A zaga do CSA afastou. Heitor chegou e chutou de primeira. A bola foi na defesa e voltou para D'Alessandro, que cruzou mal e desperdiçou a chance para o Inter.

 

E aos 18 minutos, o CSA teve um pênalti assinalado em seu favor, quando Dawhan avançou pela direita e recebeu o contato de Uendel dentro da área. O volante caiu no gramado e o árbitro Vinicius Furlan marcou a penalidade. Aos 20 minutos, Jonatan Gómez cobrou, chutando no canto esquerdo de Lomba, que foi na bola, mas não alcançou. Estava aberto o placar para o Azulão no Rei Pelé, explodindo a nação azulina no estádio! 

O Internacional tentou aos 26 minutos, com Wellington Silva, que arriscou de fora da área e a bola passou por cima, muito perto do gol de Jordi. O CSA respondeu aos 30 minutos. Bruno Alves apareceu pela direita, livre, e chutou forte e cruzado, mas a redonda foi para fora, com muito perigo. Quase o Azulão fez o seu segundo gol.

 

O time gaúcho teve uma falta perigosa em seu favor aos 31 minutos, quando Wellington Silva foi derrubado por Alecsandro. Na cobrança de D?Alessandro, o goleiro Jordi afastou de soco, mandando para fora da área. Aos 35 minutos, de novo os gaúchos tentaram, em busca do gol da igualdade. Rodrigo Lindoso recebeu o passe no meio e soltou uma bomba, mas a bola subiu muito e foi para fora.

 

O árbitro deu quatro minutos de acréscimo na etapa final. E, aos 46 minutos, Jonatan Gómez enxergou Lomba adiantado e tentou o chute do meio de campo, mas a bola foi para fora. O Colorado trocava passes na tentativa de furar o bloqueio do Azulão, mas, sem sucesso.

O árbitro deu mais um minuto de acréscimo e, aos 50 minutos, ele decretou o fim da partida no Rei Pelé, com a vitória importante e suada do CSA, por 1 a 0, sobre o Internacional.

 

CSA - Jordi; Apodi (Bruno Alves), Ronaldo Alves, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, Dawhan, Jean Kléber e Jonatan Gomez; Hector Bustamante (Jarro Pedroso) e Ricardo Bueno (Alecsandro). Técnico: Argel Fucks.

 

Internacional-RS - Marcelo Lomba; Heitor, Emerson Santos (Klaus), Victor Cuesta e Uendel (Wellington Silva); Rodrigo Lindoso, Edenilson e Patrick; Guilherme Parede, Neilton (D'Alessandro) e Nico López. Técnico: Odair Hellmann.

 

Árbitro: Vinicius Fulan (SP).

 

Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Enderson Emanoel Turbiani da Silva (SP).

 

Renda: R$ 189.200,00

 

Público Pagante: 8.892 pessoas

 

Público Total: 9.927 pessoas