Argel lamenta gol do Goiás e afirma que CSA foi dominante no segundo tempo

Comandante aproveitou a coletiva após a derrota em Goiânia para comentar dificuldade da delegação em viajar aos outros estados saindo de Maceió

Por Gazetaweb | www.alagoasnt.com.br 13/10/2019 - 08:22 hs
Foto: Reprodução


A derrota do CSA para o Goiás, neste sábado (12), no Estádio serra Dourada, em Goiânia-GO, pelo placar mínimo de 1x0, deixou o técnico Argel Fucks com a sensação de que a equipe poderia dar mais. Ele dividiu sua análise em dois blocos, afirmando que o Esmeraldino foi melhor no primeiro tempo, enquanto que o Azulão foi dominante na etapa final. 

 

"Eu vejo o jogo de duas formas. No primeiro tempo o Goiás teve mais oportunidades, agrediu mais. Teve bola no travessão, o gol e outro chute de fora da área. E tivemos apenas uma chance, num cruzamento do Bruno [Alves] e se Alecsandro consegue cabecear a bola faríamos o gol. Agora no segundo tempo eles foram totalmente dominados pelo CSA, onde o Tadeu fez dois milagres e teve um lance do Ronaldo [Alves], num chute forte e a bola acabou beliscando o travessão e indo para fora. Enquanto que o João Carlos fez apenas uma defesa. O Goiás foi mais cirúrgico", 

 

O comandante afirmou que os desfalques do Azulão tiveram foram importantes para que o time marujo não pudesse arrancar pontos do adversário. 

"Deixamos jogadores por lesão, suspensão e até porque decidimos poupar. Isso não é desculpa. Estamos apenas reafirmando que são sete dias e três jogos. Terminamos o jogo muito casados e o Goiás também. A gente [os jogadores] comentou no intervalo se tivesse acabado em 0x0 poderíamos fazer o nosso gol no segundo tempo devido ao cansaço e a pressão da torcida [da casa]", disse Fucks.

 

Como já alertado por Argel, o elenco marujo vem de uma boa sequência de partidas na competição. Esta foi a terceira partida da equipe em uma semana e isso tem preocupado a comissão técnica. "Temos sofrido muito com a questão de logística. Por exemplo, para jogar aqui precisamos sair de Maceió, para Brasília e depois pegar outro voo para Goiânia".

 

Apesar do revés, o comandante mantém o pensamento positivo em seguir fora da zona de rebaixamento da Série B, já que o próximo confronto é no Estádio Rei Pelé - local que está invicto há quatro rodadas - contra o Atlético-MG, na quarta-feira (16), às 19h.

"A rapaziada está bem. Estamos vivos na competição. Eles perceberam nosso modo de trabalhar, ser competitivo, um time organizado. Viemos aqui e agredimos o adversário. Agora é levantar a cabeça, sem tempo para lamentar, lamber a ferida e pensar no Galo", espera Argel. 

 

A partida Goiás 1x0 CSA abriu a 25ª rodada da Série A e, por isso, manteve-se na 16ª colocação, com 25 pontos. Porém, poderá retornar a zona da degola em caso de vitória do Ceará (17º) sobre o Avaí, neste domingo (13), às 16h, no Castelão.