Hip Hop Vive leva cultura e conhecimento para o bairro da Ponta Grossa

Ação é uma iniciativa vencedora do Prêmio Mestre Cicinho, lançado pelo Governo de Alagoas

Por Edilane Almeida com Agência Alagoas 14/11/2017 - 16:33 hs
Foto: Divulgação


A cultura Hip Hop vai invadir a Zona Sul da capital alagoana no dia 18 de novembro. O Hip Hop Vive, uma iniciativa vencedora do Prêmio Mestre Cicinho, lançado pelo Governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado e da Cultura de Alagoas (Secult), levará oficinas e apresentações de Rap para o bairro da Ponta Grossa.

 

Reunindo o Grafite, DJ, MC, B-boy e B-girl, o Hip Hop vem se fazendo presente nas periferias do país como uma forma de protestar, servindo de formação da identidade e do protagonismo juvenil e criando um meio de comunicação e diálogo entre os seus apreciadores. Por isso, a principal proposta do projeto é trazer a discussão da importância dos elementos do Hip Hop, alcançar novos públicos e dialogar sobre as questões que envolvem o movimento cultural.

 

As atividades acontecem a partir das 10h, no Núcleo Cultural Zona Sul, e prosseguem ao longo do dia na Praça Santa Tereza, com oficinas, palestras, apresentações culturais e intervenções artísticas.


O Núcleo Cultural Zona Sul recebe oficinas de Break, com Nego Love (MZS CREW) e Estilo Feminino Crew; Oficina de DJ, com o DJ Bactéria; Oficina de Rap, com os MCS Felippe Ayres e Emissário; e Oficina de Grafite, com Joe Santos e Blue.


A partir de 15h, na Praça Santa Tereza, o evento dá continuidade à programação com Grafite, Roda de Break com MZS Crew e Estilo Feminino Crew, Batalha de Rima, além das apresentações de  Fúria Jovem, Diego Verdinho, NSC,  Arielly Oliveira e Time da Quebra.


O Hip Hop Vive é uma produção do Marola Produções, com o apoio do Blog da Sakura e da Nois Q Faiz.