Hospital do Coração de Alagoas realiza primeira TAVI em paciente do SUS

s pacientes considerados importáveis passam a ter uma saída para prolongar a vida e melhorar a qualidade de vida.

Foto: Divulgação


Um procedimento inédito para a rede SUS foi realizado pela Fundação Cordial, nesta quinta-feira (21)

 

O procedimento é o implante valvar aórtico transcateter percutâneo. Significa que ao invés da cirurgia convencional que requer incisão no peito, a válvula é trocada através de um cateter que navega através da femural até o coração.

 

Esse tipo de procedimento é reservado para doentes idosos ou de alto risco para o procedimento clássico abrindo o peito. Os pacientes considerados importáveis passam a ter uma saída para prolongar a vida e melhorar a qualidade de vida.

 

A via de acesso depende das características do paciente e a prótese valvular encapsulada em um cateter pode ser introduzida pela perna ou com um pequeno corte no peito pela ponta do coração.

 

Acredita-se que 30% dos pacientes com estenose da valva aórtica não são recomendados para a cirurgia convencional devido ao elevado risco, agora tem essa opção.

 

É um procedimento, já realizado em hospitais de Alagoas, em pacientes particulares e conveniados a planos de saúde, que acontece pela primeira vez a um paciente do SUS por médicos da Cordial. Em Alagoas o primeiro implante realizado por cirurgia cardíaca não convencional, por via trans-apical foi realizado no Hospital do Coração, e o primeiro por via percutânea na Santa Casa.

 

É usado para tratamento da estenose aórtica, em pacientes com risco cirúrgico elevado quando as chances de sobrevivência diminuem. A recuperação também é mais rápida que a cirurgia convencional.

 

O procedimento é realizado em um ambiente apropriado em que uma sala de Hemodinâmica e cirúrgica estão conjugadas para proporcionar segurança absoluta e um time formado por hemodinamicistas, cirurgiões, ecocardiografistas, enfermeiros, psicólogos, além de médicos ligados a imagenologia para estudarem o paciente e decidirem a indicação em conjunto e a executarem.