Fapeal e Imprensa Oficial lançam Coleção Alagoas Bicentenário

Publicações são o resgate de trabalhos científicos selecionados, vários deles apoiados pela Fundação ao longo de sua história.

Por Edilane Almeida com Agência Alagoas 22/12/2017 - 13:22 hs
Foto: Ascom Fapeal


A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) e a Imprensa Oficial Graciliano Ramos lançaram os primeiros cinco volumes da Coleção Alagoas Bicentenário. Ao todo, serão 20 volumes resgatando pesquisas de temas diversos, que contribuam para o conhecimento e o patrimônio cultural dos 200 anos do Estado.

 

Os títulos estarão disponíveis em breve, em todos os pontos físicos que vendem os produtos da Imprensa Oficial, na loja digital da própria editora e no portal Quilombada, dedicado a autores alagoanos.

 

Os cinco primeiros livros que compõem a “Coleção Alagoas Bicentenário” abordam questões diversas, como o trabalho e a vida na Zona da Mata Canavieira, o comércio interprovincial de escravos, os desafios para uma nova emancipação alagoana, a mulher, família e sociedade de Arapiraca no século XXI, e a urbanidade e memória dos moradores da Ponta Grossa.

 

Parceria

O comitê que compôs o projeto foi coordenado pela doutora em Biblioteconomia Rosaline Mota, responsável pelo arquivo da Fapeal, e composto também por Shirley Nascimento, jornalista e gestora especializada em CT&I da Fundação, pelo seu diretor científico João Vicente Lima e pelo analista de sistemas Hans Ponfick, também integrante do arquivo da Fapeal.

 

Todas as obras foram criteriosamente selecionadas por um time de pareceristas de Alagoas e de outros estados. O economista Cícero Péricles de Carvalho, membro do Conselho Superior da Fapeal, também participou da coleção.

 

O diretor-presidente da Imprensa Oficial, Dagoberto Omena, classificou a Fapeal como “arrojada” ao optar por uma coleção de 20 obras. “Todos os autores selecionados passaram por critérios rígidos e merecem todo o mérito por suas obras, mas isso não é apenas uma questão pessoal deles, é algo que vai ficar para a sociedade”, comentou o gestor.

 

O diretor presidente da Fapeal, professor Fábio Guedes, destacou a parceria com a Impressa Oficial “sem a qual seria muito difícil para a Fundação atuar em várias frentes“ e estendeu seu muito obrigado aos autores, “pela confiança que depositaram na Fapeal e na Graciliano. Desejamos que esses livros alcancem os resultados pretendidos pelos escritores”.

 

Confira os títulos e autores:


Charles Santos – A Construção do Meia Sola – Trabalho, Pobreza e o Programa Bolsa Família na Zona da Mata Canavieira de Alagoas

Luana Teixeira – Comércio Interprovincial de Escravos em Alagoas no Segundo Reinado

Vinícius Lages – Para Além do Jogo de Espelhos: Desafios para uma Nova Emancipação de Alagoas.

Jean Baptiste Nardi – (In) Confidências Alagoanas. Mulher, Família e Sociedade na Alvorada do Século XXI em Arapiraca.

Jose de Oliveira Junior – “É Subúrbio Isto Aqui” Urbanidade e Memória dos Moradores do Bairro de Ponta Grossa – Maceió – Alagoas