PRF registra 12 acidentes com três mortos no Feriadão de Ano Novo, em Alagoas

A Operação, que aconteceu entre os dias 29/12/2017 e 01/01/2018 e incluiu um feriado prolongado.

Por Edilane Almeida com Assessoria 02/01/2018 - 12:33 hs
Foto: Ascom


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou na sexta-feira (29) um reforço no policiamento ostensivo nas rodovias federais que cortam Alagoas. A última operação do ano - denominada Operação Ano Novo - que incluiu um feriadão prolongado e se estendeu até o primeiro dia deste ano (01),registrou uma redução de 40% no número de acidentes se compararmos ao mesmo período do ano anterior.

 

Os trabalhos, que também fazem parte da Operação Rodovida, tiveram como foco a fiscalização no combate a condutas como: ultrapassagens irregulares, excesso de velocidade e direção após o consumo de álcool.

 

Durante os quatro dias da Operação Ano Novo 2017/2018 foram registrados nas BRs de Alagoas 12 acidentes, sendo quatro graves e ocasionando três mortes. Se compararmos esse período com as mesmas datas do ano anterior, observamos que houve uma redução relevante de 40% no número de acidentes. Em 2016, a operação aconteceu em dias distintos, pois o primeiro dia do ano de 2017 aconteceu em um domingo e não houve feriado prolongado. Mesmo assim a operação Ano Novo de 2016/2017 acumulou 20 sinistros, oito a mais que neste ano.

 

Entre a sexta-feira (29) e a segunda-feira (01), a PRF em Alagoas fiscalizou cerca de 800 veículos e quase 1250 pessoas. As ações de educação para o trânsito alcançaram mais de 60 motoristas. Nesse período houve a extração de 339 autos de infração. A infração mais cometida pelos motoristas que trafegaram pelas BRs de Alagoas foi o excesso de velocidade: houve 186 flagrantes dessa irregularidade. Dentre as infrações mais focadas pelo órgão para minimizar riscos de acidentes podemos destacar que a PRF autuou 40 pessoas inabilitadas conduzindo veículos automotores, 38 por não usar o capacete de segurança, 29 por cometer ultrapassagem proibida e 15 por não usar o cinto de segurança. Os policiais realizaram 429 testes de etilômetro e 12 condutores não foram considerados aptos para dirigir após soprar no bafômetro. Dois deles foram presos por apresentar teor alcoólico superior a 0,30mg/l.

 

Prisões

 

Com intuito de minimizar riscos de acidentes e combater a criminalidade nas rodovias federais que cortam Alagoas, a PRF reforçou o policiamento nos principais trechos das BRs. Durante os quatro dias de trabalhos seis pessoas foram presas.

 

Na madrugada do sábado (30), policiais rodoviários federais que faziam rondas ostensivas pela BR 104, em São José da Laje, receberam a informação de que houve uma fuga de presos do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) de Ouro Branco. Ao parar um GM/Corsa Sedan, de cor prata, os agentes federais constataram que dois dos quatro ocupantes do carro eram presos que haviam fugido há poucas horas do Cisp de Ouro Branco. Eles foram recapturados e os outros dois homens presos por ajudar na fuga.

 

Já no último dia do ano (31), a PRF prendeu dois motoristas embriagados. As ocorrências se deram nas BRs 101, em São Miguel dos Campos, e 316, em Palmeira dos Índios. O índice de alcoolemia de ambos superaram os 0,30 mg/l de álcool no organismo, o que é considerado crime pelo Código de Trânsito Brasileiro. Além de pagar multa de R$ 2.934,70 e poder ter seus direitos de dirigir suspensos, os condutores foram encaminhados às Delegacias de Polícias Civis daquelas cidades.