Candidatos de concurso da PM afirmam que prazo para entrega de exames é inviável

Cebraspe anunciou hoje (9), que exames para a avaliação médica física e mental devem ser entregues até o dia 17 deste mês

Foto: EDUARDO SARAIVA/A2IMG


Após a divulgação da lista dos aprovados na avaliação médica do concurso da Polícia Militar de Alagoas, a banca realizadora anunciou nesta terça-feira (9), a relação de novos exames para os candidatos que não foram aprovados na lista preliminar. Os exames devem ser entregues até o dia 17 deste mês. No entanto, os candidatos reclamam que o prazo é curto e pode impossibilitar a entrega. 

 

Um candidato que mora no interior do estado e não quis se identificar, relevou que os exames só são realizados em Maceió, e que após uma pesquisa, verificou que os resultados das avaliações levam de 5 a 8 dias para serem entregues pelas clínicas, fugindo assim do prazo dado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). 

 

O candidato expôs ainda que arcou com todos os exames e já gastou mais de R$ 3 mil com o concurso. Com o pedido de novos exames, o candidato estima que irá desembolsar cerca de R$ 500.

 

"Ficamos numa situação desesperadora. Estudamos bastante para passar no concurso e vemos o cargo escorrer pelas mãos por algo que não depende de nós. É bem frustante. Nos vemos impossibilitados por conta do tempo", disse. 

 

A avaliação médica, nas condições de saúde física e mental, é a segunda etapa do concurso público. A primeira fase contou com a realização de provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório. 

 

O concurso ofertou mil vagas para o cargo de Soldado Combatente, com um salário de R$ 3.522.88 após o curso de formação. Durante o período de formação, o salário será de R$ 1.367,15.